Monday, October 29, 2007

Protesto em São Paulo




Vestir-se com peles de animais é imoral e injustificável. A indústria da moda tem ao seu alcance peles sintéticas tão bonitas e até melhores que as peles verdadeiras, em termos de uniformidade e durabilidade. Apesar dos protestos mundiais, alguns estilistas insistem em manter peles naturais em suas coleções.


Por esse motivo, o Grupo ?Pelo Fim do Holocausto Animal?, membro da International Anti-Fur Coalition realiza, no dia 3 de novembro (sábado), protesto contra o comércio de peles ? que acontecerá simultaneamente em 18 países:

01. Israel (Tel Aviv)
02. Estados Unidos (Washington - Nova Iorque - São Francisco - Los Angeles)
03. Brasil (São Paulo)
04. França (Paris - Nice)
05. Portugal (Lisboa - Porto)
06. Canadá (Vancouver)
07. Irlanda
08. Inglaterra
09. Bélgica
10. Espanha
11. Estônia
12. Holanda
13. Chile
14. Finlândia
15. Austrália
16. Letônia
17. Áustria
18. México

No Brasil, apesar do clima tropical, dezenas de lojas comercializam roupas confeccionadas com peles de animais. Nosso país também ocupa o vergonhoso primeiro lugar na exportação mundial de peles de chinchila, conforme divulgado no site do fabricante. Confira: http://www.chillacenter.com.br e acompanhe aqui o processo de abate http://www.lugchilla.com/abes.html .

São Paulo: - 3 DE NOVEMBRO (sábado)

PROTESTO MUNDIAL CONTRA O COMÉRCIO DE PELES

Realização: Pelo Fim do Holocausto Animal
Coordenação: INTERNATIONAL ANTI-FUR COALITION
Local: Avenida Faria Lima, 2232 (em frente ao Shopping Iguatemi)

Horário: 10h.


http://www.midiaindependente.org/pt/green/2007/10/399413.shtml

3 comments:

Róger D'Oliveira said...

Ola sou ativista em Lajeado/RS.

Parabéns.

Róger Vegan

Anonymous said...

O que poderei eu escrever qdo navegando encontrei este... um garoto de 14 anos... mas que apesar da pouca idade tem um espírito tão lindo e evoluido, parabéns Lucas! que seu caminho esteja sempre Iluminado.

Andréa

Anonymous said...

OI